Descubra os benefícios do resveratrol

thumbnail

Mais do que o desejo de viver mais tempo deve ser a vontade de envelhecer com saúde e boa aparência. É chamada de longevidade uma vida longa, mas além disso, é importante termos saúde em todos os seus aspectos (leia esse post).

Além do processo natural do envelhecimento, existem diversos fatores que tem influência no nosso organismo como a má alimentação, o sedentarismo, a baixa qualidade do ar, produtos químicos e radiação, que aceleram o envelhecimento das células. Além disso, fatores internos como estado emocional também atingem nosso corpo, causando um desequilíbrio homeostático e aumentando a produção de estresse oxidativo. 

A busca por produtos que nos ajudem a retardar o envelhecimento está em alta e, claro, sempre vamos trazê-los aqui para vocês conhecerem um pouco mais.

Hoje vamos falar sobre o resveratrol, um polifenol, que por sua capacidade de retardar o envelhecimento celular, pode prevenir doenças relacionadas à idade, principalmente doenças cardiovasculares.

O Paradoxo Francês

Graças a um estudo epidemiológico, foi possível notar uma provável relação entre a baixa incidência de doenças cardiovasculares e o consumo de vinho tinto nas populações do Mediterrâneo. 

A partir dessas pesquisas, notou-se que a população francesa, ávida consumidora de vinhos tintos e apesar de uma alimentação que envolve muita gordura saturada e poucas práticas de exercícios físicos, não apresentava predisposição para desenvolver doenças cardíacas e tinha uma incidência de infartos muito menor que o resto dos países europeus. 

Mas veja só tamanha incongruência: como uma baixa incidência de doenças cardiovasculares, poderia acontecer em um país de alto consumo de comidas gordurosas e falta de exercícios? A partir daí nasceu o que chamamos de Paradoxo Francês.

Desde então, começou-se a perceber que por ter sua base de consumo no vinho tinto, associado, claro, a uma modulação genética favorável, os benefícios podem ser atribuídos aos efeitos combinados do álcool e dos outros componentes do vinho. Essa conclusão gerou um grande interesse científico e diversos estudos sobre o resveratrol foram feitos. Esse interesse se deu, principalmente, pela sua capacidade de retardar o envelhecimento celular e prevenir doenças relacionadas a ele. 

Mas então, o que é o resveratrol?

O resveratrol é um antioxidante que nos protege da ação dos radicais livres, retardando o o envelhecimento celular. Além de prevenir doenças cardiovasculares, é uma boa escolha para prevenir rugas, linhas de expressão, flacidez, manchas e outros sinais do envelhecimento. 

Ele é de origem natural e pode ser encontrado em pelo menos 72 espécies de plantas, como eucaliptos e na película das uvas. Ele também está presente em um número limitado de alimentos, como amendoim, cacau, framboesas, sucos de uva, vinho tinto e em quantidade reduzida, em vinhos brancos, cranberries, blueberries e na casca do tomate. 

Consumo

Uma porção de vinho tinto de 150 ml tem em média, 2,15 mg de resveratrol. Em 250 ml de suco de uva tinto, há 1,5 mg. Olha, não dá pra tomar litros de vinho para ter todos os efeitos do resveratrol. Estudos sugerem que o consumo diário de 450 mg para uma pessoa de 60 kg seria a indicada. Mas a maioria dos pesquisadores ainda não identificou qual é a dose ideal. 

Suplementação

Estudos feitos nos mostram que ele tem uma boa contribuição à saúde e sugere-se que mais estudos ainda sejam desenvolvidos à esse respeito para fundamentar e elucidar todos os benefícios e dosagens corretas para a suplementação do resveratrol.

Existem suplementos que podem ser adequados às proporções  ideais para cada um. 

Lembre-se: suplementação deve sempre ser feita com orientação médica.

Bjs


Sou Nanda Carvalho, farmacêutica e professora por vocação e apaixonada por aprender, conhecer, ensinar e informar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
error: O conteúdo está protegido !!