Entenda o que é a intolerância à lactose

thumbnail

A intolerância à lactose, nada mais é do que a falta de capacidade (que pode ser completa ou parcial) de fazer a digestão do açúcar que existe no leite ou em seus derivados. Ela acontece quando o organismo para de produzir ou em casos mais brandos, produz em pouca quantidade a lactase, que é a enzima responsável pela quebra da lactose. 

Quando nosso organismo tem a falta dessa enzima, as substâncias do leite chegam ao nosso intestino grosso sem nenhuma alteração. Ela, então, se acumula ali e é fermentada por bactérias que fabricam o ácido lático e gases e acabam retendo uma quantidade maior de água, favorecendo o aparecimento de diarreias e cólicas.

Causas

Bom, como eu já adiantei, a causa da intolerância é a incapacidade que o organismo tem na produção, completa ou parcial, da lactase, que é a enzima responsável pela quebra da lactose. Ela pode surgir de diferentes formas, mas a mais comum acontece porque quando vamos ficando mais velhos nosso corpo começa a produzir essa enzima em menor quantidade. Por isso é comum vermos pessoas dizendo que essa doença se dá quando atingimos certa maturidade.

É raro que um bebê tenha essa deficiência, já que por se alimentar exclusivamente de leite, ele fabrica grandes doses dessa enzima. Mas a partir do momento que a criança vai crescendo e vão sendo introduzidos outros alimentos, essa produção diminui. Esse tipo também é conhecido como intolerância à lactose primária.

Mas, é claro que podem existir também alguns casos em que há distúrbios genéticos e esse tipo é chamado de intolerância à lactose congênita ou quando há um processo inflamatório nas células intestinais, que são responsáveis pela produção da lactase, que chamamos de  intolerância à lactose secundária.

Sintomas

Os sintomas da intolerância à lactose costumam surgir minutos depois da ingestão de leite, derivados, ou de alimentos que contêm leite na composição. Eles se concentram no sistema digestório e os mais comuns são distensão abdominal, cólicas, diarreia, excesso de gases, náuseas, ardor anal e assaduras. Estes dois últimos acontecem caso haja presença de fezes mais ácidas. Os sintomas param quando a pessoa interrompe o consumo desses alimentos.

Tratamento

Infelizmente não existe um tratamento para a intolerância à lactose. O que se pode fazer é consumir a enzima lactase momentos antes da refeição, para que ela exerça seu papel no organismo. Ou a mais simples, evitar o consumo de leite e seus derivados. Mas quem quer se privar de um bolinho, não é mesmo?

Alergia e intolerância são a mesma coisa?

De cara já te adianto que não. E é importante deixar clara a diferença.

A alergia é uma reação imunológica contra às proteínas do leite que acontece quando ingerimos leite ou seus derivados (por menor que seja a porção). Entre as mais comuns está a alergia ao leite de vaca, que pode afetar o intestino, pele ou sistema respiratório. Já a intolerância, é um distúrbio digestivo, que está associado a falta, ou baixa produção da lactase, como eu disse lá em cima. Embora muita gente confunda a alergia com a intolerância eles são problemas distintos.

Por se manifestar no corpo todo, a alergia tende a ser mais perigosa.


Sou Nanda Carvalho, farmacêutica e professora por vocação e apaixonada por aprender, conhecer, ensinar e informar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
error: O conteúdo está protegido !!